2015

Apartment

Coimbra – Portugal

 

Authors

Atelier R&B (Gerson Rei + Ana Brett) / site

pt
O projecto de renovação deste apartamento T3 duplex começou pela análise da planta existente que se apresentava muito fragmentada e labiríntica. Havia uma necessidade clara de optimizar os espaços e torná-los mais amplos, fluídos e confortáveis.
O momento de entrada, anteriormente composto por um pequeno hall e umas escadas confinadas e em caracol, deu lugar a um espaço de maior fluidez e amplitude visual. A abertura das novas escadas ao hall transporta a luz natural do piso superior para o núcleo sombrio da casa. A existência de luz natural em todos as divisões foi de primordial importância, bem como a criação de um eixo diagonal de ventilação.
O maior desafio centrava-se no melhoramento da pequena sala de estar. Para tal, diminui-se a largura da cozinha sem prejudicar o seu bom funcionamento. A demolição de parte da laje do piso superior e abertura de uma claraboia foram os meios para transformar uma área contraída num espaço com dois momentos – uma sala de estar luminosa com pé direito duplo e uma área de jantar mais concentrada e acolhedora.
No piso superior as paredes divisórias dos arrumos existentes foram demolidas, recolocando a casa de banho e a lavandaria nas zonas de pé direito mais baixo. Sobra um piso amplo e de livre utilização lateralizado por dois ‘nichos’ de madeira – um espaço de escala reduzida para crianças e uma área de trabalho confortável que comunica visualmente com a sala de estar.
As paredes brancas despidas de adornos, roda-tectos e (aparentemente) rodapés contrastam com a madeira de carvalho. Foi aplicada potenciar o conforto visual, térmico e táctil através da madeira no pavimento, mobiliário e portas/painéis em toda da casa. A exceção é a pedra mármore nas zonas de humidade.
Ao desejo da equipa projetista aliou-se o consentimento da cliente para que a mobília que ocupa a casa fosse um prolongamento do trabalho de arquitetura. Deste modo, os sofás, mesas, camas, candeeiros e restante mobiliário dão ao projeto um carácter de unidade e continuidade.

en
The project for the renovation of a 3-bedroom duplex apartment began by analysing the existing plans, which were very fragmented and entangled. There was a clear need to optimize the spaces and mould them to be spacious, fluid and comfortable.
At the entrance, the formerly small hall and confined spiral staircase, has given way to a flowing and wide visual space; the new staircase transports natural light from the top floor to the previous dark core of the home. The existence of natural light in all divisions was of prime importance, as was creating a diagonal axis of ventilation.
The biggest challenge concerned the small living room. In order to enhance its potential, the kitchen width was decreased, without harming its purpose, providing enough extra ground area to work on. In addition, the demolition of part of the upper floor slab and opening a skylight helped transform a compressed room into a space with two moments – a bright living area with high ceilings and a compact and cosy dining area.
Upstairs, the existing partition walls for storage were demolished, replacing the bathroom and the laundry to the low ceiling sides. This resulted in a generous floor for free usage with two wood ’cocoons ’ on each sides – one small-scale space for children to play and a comfortable workspace that communicates visually with the living room.
The bare white walls undressed of ornaments, crown moldings or (apparently) baseboards contrast with the presence of the oak. This was applied to enhance the visual, tactile and thermal comfort of wood on the floor, furniture, doors and panels throughout the house. The exception is the stone marble in humid rooms.
The desire of the design team allied with the customer’s consent that the furniture occupying the house had to be an extension of the architecture work. Thus, sofas, tables, beds, lamps and other furniture help provide cohesion and continuity to the project.