fbpx
2021

Building in Costa do Castelo

Lisbon – Portugal

 

Authors

Aurora Arquitectos / site

pt

Em finais do século XIX e princípio do século XX, o contexto de expansão da cidade e a crescente necessidade de alojamento em Lisboa levou ao aparecimento de edifícios apelidados de ‘Gaioleiros’. Uma das características principais destes edifícios é a profundidade dos lotes, marcada por corredores que atravessam os apartamentos em todo o comprimento. A disposição original dos compartimentos nestes edifícios sugere uma polarização das zonas sociais e funcionais nas extremidades, deixando os quartos dispostos em volta de um saguão central.
No caso particular deste edifício ‘Gaioleiro’ localizado na Costa do Castelo, para além das características inerentes a esta tipologia, acresce o acentuado declive que lhe permite ter uma vista privilegiada sobre Lisboa. A sua consequência natural seria uma lógica de distribuição horizontal que procurasse, acima de tudo, a relação com a paisagem.
Ao invés, a ampliação do saguão através da sua ‘duplicação’ e incorporação do núcleo de escadas reforça a relação zenital, de procura de luz e ventilação. Deste modo, deixa de ser o elemento que divide o edifício ao meio para ser uma força centrípeta de organização de toda as suas circulações, actividades e celebração do seu interior.
O edifício divide-se em dois apartamentos, um duplex nos pisos inferiores e um triplex nos superiores, ambos com a circulação interior organizada em torno deste “vazio”. As zonas sociais dos apartamentos, sala e cozinha, usam toda a dimensão do lote e são complementadas com zonas exteriores com piscina.

en

In the late nineteenth century and early twentieth century, the context of rapid city expansion and growing need for housing in Lisbon led to the appearance of buildings dubbed ‘Gaioleiros’. One of the most recognizable features of this type of buildings is the unusually big depth of the lots, marked by corridors running through the apartments across their full length. The original layout of these buildings suggest a polarization of the social and functional areas at both ends, while the bedrooms are organized around a central lightwell.
For this specific ‘Gaioleiro’ located in Costa do Castelo, in addition to the features that inherently belong to this typology, the terrain’s steep slope allows a generous view over Lisbon. The natural consequence would then be a horizontal distribution logic that seeks, above all, a relationship with the landscape.
Instead, the expansion of the lightwell through its ‘duplication’ and incorporation of the stair core reinforces a relationship that is meant to be zenithal, in search of light and ventilation. Therefore, it ceases to be the element that divides the building in half to become a centripetal force that organizes all its circulations, activities and celebrates its interior.
The project is divided into two apartments: a duplex on the lower floors, and a triplex on the upper floors, both with their circulations around the central void. The social areas of the apartments, living room and kitchen, spread around the total dimension of the plot and are complemented with exterior areas with swimming pool.