2015

Apartment

Coimbra – Portugal

 

Author

Jorge Teixeira Dias / site

pt
A aquisição do apartamento por parte dos clientes, não obstante a inequívoca qualidade do conjunto edificado em que se insere, foi determinada pela sua localização e não por qualquer tipo de afeição à sua arquitectura.
A tipologia do apartamento existente era marcada pela desproporção entre os espaços de serviço – cozinha, lavandaria e dependências – e os espaços de estar, próprios de práticas obsoletas, pouco adequadas à utilização pretendida.
O interior do apartamento foi totalmente reformulado, eliminada a compartimentação interior redesenhando o espaço por forma a acolher o novo programa funcional de acordo com os padrões de conforto contemporâneos.
A nova casa organiza-se em torno de um espaço central – o vestíbulo – a partir do qual se acede a todos os lugares e para o qual confluem todos os percursos anulando-se assim os corredores e as áreas de circulação existentes. O vestíbulo desenha-se como um espaço de chegada mas também de permanência. Possui a dimensão adequada a um espaço de acolhimento e, simultaneamente, pode constituir um prolongamento da sala ou dos quartos. As paredes, e tecto são integralmente revestidas a madeira dissimulando as portas de acesso aos restantes espaços e armários de apoio.
O pavimento, também em madeira, estende-se aos quartos e zonas de estar, assegurando um percepção de continuidade ao percorrer os diferentes espaços da habitação. Nos restantes espaços – cozinha, lavandaria e instalações sanitárias – o pavimento é composto por lajes de mármore Calacatta branco.
O mobiliário é parte integrante da arquitectura: os armários nos quartos contornam as portas e janelas e reduzem o pé direito, criando momentos de tensão, nas zonas de passagem. A bancada na sala de estar associa-se ao postigo que permite ver e o atravessamento de luz até ao vestíbulo. O armário da instalação sanitária do quarto é interrompido para abrir um outro postigo.
A cozinha, lavandaria e instalações sanitárias, desenhados como espaços funcionais, consequência da depuração do desenho do mobiliário quase obsessivamente branco, assumem um carácter abstracto evidenciando a presença da pedra usada no pavimento.
Os caixilhos em madeira foram redesenhados de forma a proporcionar maior conforto térmico e acústico e os estores exteriores refeitos em ripas de madeira idênticos aos existentes.
A atmosfera resultante da intervenção decorre de um processo de simplificação onde a presença dos materiais – mármore branco e madeira maciça – assume um papel determinante na criação do ambiente doméstico.

en
The clients chose to buy the apartment due to its location and not for its architecture, despite the undoubted quality of the built-up area where it is found.
The typology of the apartment was marked by a lack of proportion between the original utility rooms – kitchen, laundry room, etc – and living spaces, which reflected the use in times gone by, but are now poorly suited for their intended use.
The interior of the apartment was completely reformulated, eliminating the inner partitioning, redesigning the space in order to implement the new functional programme in accordance with contemporary standards of comfort.
The house is organised around a central space – the entrance hall – from which all areas can be accessed, and onto which all circulation converges, thereby eliminating all existing corridors and mcirculation paths. The hall is a space to arrive in, but also a space where one can be. Its size is adequate for a welcoming space, but it is also an extension of the living room and the bedrooms. The walls and the ceiling are entirely covered in wood, disguising the doors that give access to the remaining spaces and wardrobes.
The wooden floor extends to the rooms and living areas, affording a sense of continuity. In the remaining spaces the floor is made out of white Calacatta marble.
The furniture is an integral part of the architecture: in the bedrooms the wardrobes are located around the doors and windows, and reduce the height of the passageways. The tabletop running along the wall in the living room goes through a small window opening, with line of sight through to the hall. The cabinet in the en-suite bathroom also includes a window with view through to the bedroom.
The kitchen, laundry room and bathrooms are functional spaces with an abstract character, featuring a stone floor and almost exclusively white furniture.
The wooden window frames were redesigned so as to deliver improved thermal and acoustic comfort, and the external blinds were made with wooden slats identical to the originals.
The resulting atmosphere derives from a process of simplification where the materials – white marble and wood – play a key role in creating a homely ambiance.