fbpx
2021

Apartment

Alvalade, Lisbon – Portugal

 

Authors

Atelier 106 / site

pt

O apartamento situado no característico bairro de Alvalade dos anos 40 possui uma área de 48 m2, o que se tornou um desafio para um projecto que visava a criação de um apartamento T2 com ampliação da sala existente.

O maior desafio consistiu exactamente neste ponto, na criação de uma sala / sala de jantar, mantendo dois quartos e uma cozinha mais funcional. Neste sentido, o desenho de uma peça versátil que se tornou na “espinha”deste espaço foi a solução encontrada para resolver os problemas de definição e transição de áreas, bem como arrumação.

A cozinha manteve-se na área original da casa, mas com um desenho completamente contemporâneo, potenciando-se a arrumação através de nichos e optimizando o espaço, sem deixar de produzir uma leveza que anteriormente não existia. A bancada foi ampliada, através da instalação de uma península que contempla também o frigorífico e despenseiro. A prateleira colocada por baixo da janela permite refeições rápidas, sem necessidade da utilização da sala de jantar.

A separar a cozinha da restante área, encontra-se esta peça em contraplacado de bétula que começa no hall por fazer um bengaleiro e que, conjugada com as diferenças de cotas no pavimento (devido a questões técnicas), permite a transição de áreas e organização dos espaços. Esta “caixa” que atravessa toda a casa alberga a lavandaria, uma estante para a sala e as entradas dos quartos e instalação sanitária. O material faz um contraste com o resto do apartamento predominantemente branco, o que oculta também as entradas nas áreas mais privadas da casa, uma vez que as portas pivotantes, no mesmo material, funcionam como planos praticamente ocultos na configuração da peça. Assim, a ocupação da sala / sala de jantar torna-se amplamente mais vasta, pois é destruído o corredor, quer fisicamente quer em termos visuais.
Para além dos quartos e instalação sanitária, onde os espaços foram aproveitados ao máximo para arrumação, foi construído um closet na mesma carpintaria.

No que diz respeito aos materiais, manteve-se o pavimento original em tacos de madeira e as paredes pintadas de branco evidenciam o elemento central em contraplacado de bétula, ampliando a luz natural que entra por duas janelas de peito e uma de sacada. Na cozinha e instalação sanitária optou-se por materiais com tons neutros, como a pedra mármore Ibiza e cerâmicos com padrões cinzas, a fim de se potenciar a luz, devido à diminuta área destes espaços.

en

The apartment located in the characteristic alvalade district of the 40’s has an area of 48 m2, which became a challenge for a project aimed at creating a two bedroom apartment with expansion of the existing room.

The biggest challenge consisted exactly at this point, creating a living/dining room, maintaining two bedrooms and a more functional kitchen. In this sense, the design and a versatile piece that became the “spine”of this space was the solution found to solve the problems of definition and transition of areas, as well as storage.

The kitchen remained in the original area of the house, but with a completely contemporary design, enhancing the storage through niches and optimizing the space, while producing a lightness that previously did not exist. The bench was enlarged, through the installation of a peninsula that also includes the refrigerator and storage also. The shelf placed under the window allows quick meals, without the use of the dining room.

Separating the kitchen from the rest of the area is this piece in birch plywood that begins in the hall by making a cloakroom and that, combined with the differences of dimensions in the floor (due to technical issues), allows the transition of areas and organization of spaces. This “box” that runs through the whole house houses the laundry room, a bookcase for the living room and the entrances of the rooms and sanitary installation. The material contrasts with the rest of the predominantly white apartment, which also hides the entrances in the most private areas of the house, since the pivoting doors, in the same material, function as practically hidden planes in the configuration of the piece. Thus, the occupation of the living room/ dining room becomes vastly wider, as the corridor is destroyed, both physically and visually.
In addition to the rooms and sanitary installation, where the spaces were used to maximize storage functionality, a closet was built in the same carpentry.

With regard to the materials, the original wood floor was maintained (with a new draw) and the walls painted white,evidence the central element in birch plywood, enlarging the natural light that enters through two chest windows and a balcony. In the kitchen and sanitary installation we opted for materials with neutral tones, such as Ibiza marble stone and ceramics with gray patterns, in order to enhance the light, due to the small area of these spaces.